O que buscar em uma autoclave no momento da compra?

Atualizado: Mai 21

“De todos os tamanhos. De todos os jeitos. Para todos os gostos”. Não há maneira melhor de descrever a infinita diversidade de modelos de autoclaves disponíveis no mercado do que com essa frase.


E justamente por essa grande quantidade de modelos, é comum que o consumidor fique um pouco perdido no momento de escolher qual equipamento adquirir.

O post a seguir tem justamente a função de auxiliar nessa escolha, destacando os principais pontos que você deve considerar antes de realizar a compra da autoclave. Confira!


O que você faz?


A primeira coisa que você deve considerar é o seu segmento de atuação. Afinal, o ramo em que você atua influencia diretamente no modelo de autoclave que deve ser comprado.


Pense bem: um médico-cirurgião e uma manicure não apresentam a mesma demanda, nem esterilizam o mesmo tipo de material. Sendo assim, não há porque ambos terem o mesmo tipo de autoclave.


No caso do cirurgião, como ele provavelmente costuma higienizar peças grandes e ter menos pacientes/clientes que uma manicure, deve optar por uma autoclave de maior volume com um ciclo de esterilização mais lento.


Qual a sua demanda?


Outro fator importante que você deve considerar é quantos procedimentos de esterilização você realizará por dia.


Geralmente manicures e dentistas higienizam mais vezes em 24 horas, por conta da rotatividade de seus materiais. Sendo assim, esses profissionais devem optar por um equipamento prático, que realiza ciclos seguros em menos tempo.


Para saber o tamanho ideal da autoclave, pense bem sobre quantos profissionais farão uso do equipamento, além de quantos e quais itens eles irão esterilizar.


Lembrando que, quanto maior a capacidade do equipamento, mais materiais o autoclave é capaz de esterilizar com eficiência.


A ALT conta com uma linha extensa de opções, apresentando modelos com volumes de 5, 12, 21, 42 e 65 litros.


Qual o tipo esterilização?


Os autoclaves podem utilizar como base para a esterilização dois tipos de elementos: água destilada ou óxido de etileno (conhecido pela abreviação ETO).


Dependendo de qual base o aparelho utiliza, isso influenciará em qual tipo de material ele é mais indicado para esterilizar.

A maioria dos autoclaves usa como base a água destilada. Esse elemento é superaquecido durante os ciclos e elimina as bactérias por meio de um desses quatro procedimentos:

  • Vácuo único;

  • Vácuo fracionado;

  • Alto vácuo ou;

  • Gravitacional.

Quando o autoclave emprega o vapor como base, pode-se realizar esterilizações de equipamentos mais simples, por exemplo: alicates, pinças, brocas, fórceps, espelho interno, entre outros.


Se o autoclave utiliza o óxido de etileno como base, então esse equipamento está voltado para a esterilização de materiais com características mais complexas, como seringas, cateteres e artigos respiratórios


Isso porque o ETO é um gás altamente penetrante, fazendo com que os materiais possam ser esterilizados dentro de suas embalagens primárias ou secundárias.


Mas atenção, pois o Óxido de Etileno é uma substância altamente inflamável e tóxica, precisando de um cuidado ainda mais especial do que os equipamentos que utilizam apenas a água destilada.


Ainda com dúvida sobre autoclave?


Se apesar dessas dicas você ainda não sabe qual o autoclave certo para você, converse com nosso departamento de vendas pelo telefone (16) 3969 8300.

Continue acompanhando o Blog da ALT e nossas redes sociais para se manter sempre atualizado das novidades em biossegurança.

© 2018 ALT Equipamentos Médicos e Odontológicos.Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Garden Marketing Digital